telefones

(11) 3822 3312
(11) 3666 2465

Diu Intrauterino / Mirena (Hormonal)

DIU INTRAUTERINO / MIRENA (HORMONAL)

O que é?

O DIU hormonal é uma estrutura em formato de “T” que é inserida no interior do útero da mulher com o objetivo de servir como um anticoncepcional. Também é bastante conhecido como DIU Mirena. O DIU hormonal é constituído por fios na área inferior que são posicionados no interior da cavidade vaginal. Estes fios facilitam a retirada do dispositivo quando necessário. O DIU Mirena possui um pequeno reservatório composto por hormônios LNG, que se configuram como hormônios progestogênicos, usados em métodos contraceptivos. A eficiência do mecanismo se dá pelo fato de que o DIU hormonal impede que o endométrio se expanda, o que inviabiliza que a gestação aconteça e provoca sangramento menstrual com menor intensidade e durabilidade. Por isso, é ideal para mulheres que possuem fluxos menstruais muito intensos. Além disso, o DIU hormonal impede a locomoção dos espermatozoides através do aumento da espessura do muco cervical causada pela liberação do LNG na cavidade uterina após a inserção do DIU. Desta forma, inibe o acesso dos espermatozoides ao óvulo e impede a fertilização do mesmo.

Quando devo colocar?

O DIU hormonal pode ser implantado pelo ginecologista em qualquer fase do ciclo menstrual. Recomenda-se que o dispositivo seja introduzido no primeiros doze dias deste período e que a paciente permaneça com o DIU Mirena por pelo menos um ano.

Vantagens:

A estrutura tem a capacidade de proteger a mulher da gravidez por até cinco anos. Caso a paciente deseje engravidar, basta pedir ao médico que a retirada do DIU seja efetuada. E as vantagens do DIU hormonal não param por aí. Além da praticidade e durabilidade, o dispositivo pode evitar o desenvolvimento de câncer do endométrio. O fluxo da menstruação da mulher também passa a ser menor, menos doloroso e mais rápido. Em algumas situações, ele até desaparece por completo do organismo. Diferente do que muitas mulheres possam pensar, o DIU hormonal não provoca dores durante as relações sexuais. O único motivo disso vir acontecer é a possibilidade do comprimento dos fios do dispositivo localizado na vagina ser muito grande. Porém, isto pode ser corrigido rapidamente pelo médico.

Riscos:

Após a inserção do DIU hormonal, a paciente pode vir a sentir algumas dores similares às causadas pelas cólicas menstruais. Porém, estas dores costumam desaparecer em poucas horas. O DIU Mirena pode inclusive amenizar o problema das cólicas. Existem rumores sobre a possibilidade do DIU hormonal sair do lugar. Isso pode acontecer, mas é muito pouco provável. O deslocamento do dispositivo pode ser causado por cólicas menstruais anormais e pelo aumento do sangramento vaginal. Existe uma maneira de assegurar que o DIU intra-uterino esteja devidamente posicionado: o exame de ultrassom. Os exames de Raio X também podem determinar se a estrutura saiu da cavidade uterina. Caso haja desconfiança, esta questão precisa ser averiguada, pois o deslocamento do DIU Mirena da posição ideal colocará a mulher em risco de ficar grávida, pois uma vez que o dispositivo se locomove, a fertilidade pode ser restaurada em pouco tempo.