telefones

(11) 3822 3312
(11) 3666 2465

Exames Periódicos

EXAMES PERIÓDICOS

O que é?

Não é nenhuma novidade que a mulher procura sempre estar com a sua saúde em dia. Uma pesquisa realizada em 2000 pelo IBGE comprovou que mulheres costumam viver cerca de sete anos a mais do que o homem. Mas às vezes, existem certos problemas acontecem no organismo que fogem do seu controle e são imperceptíveis. Por isso, é sempre importante que a mulher consulte regularmente o seu ginecologista em exames periódicos. Desta forma, ela consegue se prevenir contra fatores de risco que possam levar ao desenvolvimento de tumores, doenças e infecções, que possam no futuro se tornar irreversíveis. Dependendo do caso, muitas vezes exames periódicos podem indicar a necessidade de fazer cirurgias para garantir a saúde e o bem estar da mulher. Durante os exames periódicos, a paciente poderá fazer uma checagem interna completa do seu corpo e dessa forma, garantir uma boa e duradoura qualidade de vida. Naturalmente, não podemos esquecer que os exames periódicos ginecológicos também devem ser complementados por outros exames clínicos. É fundamental que a mulher também procure fazer análises de sangue, coração, colesterol, glicemia e etc...

Vantagens:

Os exames periódicos podem trazer uma vantagem muito grande para a mulher. Como diz o velho ditado: é melhor prevenir, do que remediar”. A detecção do HPV, por exemplo, feita através destas apurações é fundamental. Afinal, o monitoramento precoce do vírus possibilita evitar que o vírus adquira uma condição maligna e venha a se tornar um câncer de colo de útero ou então um câncer de mama. Quanto mais cedo a enfermidade for identificada, maior será a possibilidade de cura.

Quando fazer:

Ainda que a mulher não possua histórico familiar que aponte parentes que tenham desenvolvido doenças, é recomendado que os exames periódicos sejam feitos em intervalos anuais. Evidentemente, quando possuem propensão genética, este intervalo deve ser menor. Não existe um tempo específico. Mulheres de todas as idades devem fazer exames periódicos. Engana-se quem pensa que os problemas só aparecem quando a mulher passa a ter uma vida sexual ativa. Jovens na faixa entre 11 e 18 anos já começam a fazer exames periódicos por suspeitas de endometriose ou ovários policísticos. Muitas doenças aparecem durante esta fase também devido a complicações com o uso de anticoncepcionais, por exemplo. Em algumas ocasiões, o médico indica outras alternativas contraceptivas para a paciente. A partir dos 35 anos, passa a ser extremamente importante que a mulher se submeta à mamografia, pois os riscos de desenvolver o câncer de mama depois desta idade são consideravelmente altos. Portanto, à medida que a mulher envelhece, os problemas também mudam e os cuidados se tornam maiores.