telefones

(11) 3822 3312
(11) 3666 2465

Mioma

MIOMA

O que é?

O mioma se caracteriza como um tumor benigno de coloração esbranquiçada e consistência sólida que geralmente está localizado no colo do útero. Também é conhecido como leiomioma ou fibroma. O mioma é provocado por uma desordem hormonal na cavidade vaginal, que, por consequência, resulta em um enovelamento dos tecidos musculares, formando nódulos na região. Pode ser encontrado nos seguintes tipos: pendulado, submucoso, intramural ou subseroso. Seu tamanho varia bastante. Em alguns casos, pode causar até mesmo um aumento do abdômen da mulher.

Um dos grandes problemas do mioma é que ele não costuma aparecer sozinho, mas acompanhado de diversos outros.

Causa:

Não existe uma causa única para o aparecimento da doença. Entretanto, o estrogênio é apontado como o principal motivo. Sendo assim, a doença costuma atingir mulheres principalmente durante o período de fertilidade máxima que já estão se aproximando da menopausa. Além das gestantes, outra mulheres que tem propensão de contraírem a doença são: mulheres negras, mulheres com mais de 35 anos, mulheres obesas, mulheres que possuem algum familiar que já contraiu a doença e entre mulheres que apresentam o fenômeno da nuliparidade, ou seja, aquelas que nunca tiveram filhos.

Felizmente, o mioma não traz perigo de vida e é assintomático. Configura-se sempre como um tumor benigno sem existir um risco de evoluir para um tumor maligno. Apenas necessita de tratamento quando apresenta sintomas. Estes, por sua vez, normalmente são detectados a partir de exames ginecológicos e ultrassom.

Sintomas:

O sintomas do mioma costumam ser:

• Dor na região pélvica com hemorragia

• Fluxo de sangue anormal na cavidade vaginal

• Pressão na bexiga

• Aumento da frequência urinária

• Dores abdominais

• Infertilidade

• Dor lombar

Tratamento:

Os tipos de mioma que não apresentam sintomas não requerem um tratamento imediato, porém devem ser monitorados durantes consultas regulares ao seu médico. A função dos tratamentos de mioma geralmente é bloquear a produção de estrogênios para suprimir a função ovariana que, por sua vez, auxilia na redução do tamanho dos miomas. Outras técnicas empregadas no tratamento do mioma são a miomectomia, que se configura como a retirada do tumor e a histeroctomia, onde se retira o útero da mulher. A prática de exercícios físicos também é um outro recurso que pode ser usado para inibir a produção de estrogênio do organismo. Os tratamentos de modo geral aumentam as chances da mulher poder engravidar.