telefones

(11) 3822 3312
(11) 3666 2465

Ultrassom

ULTRASSOM

O que é?

O ultrassom se configura como uma forma de poder construir uma imagem do interior do corpo humano através da captação das ondas sonoras. O exame também é conhecido como ecografia e ultrassonografia. O procedimento é utilizado tanto para detectar a presença de doenças cardíacas nos pacientes quanto para realizar exames de rotina do Pré-natal em mulheres grávidas.

Vantagens:

No caso de atendimento à gestantes, o ultrassom se apresenta como melhor opção para acompanhamento médico porque a radiação utilizada em outros procedimentos como tomográficas computadorizadas e radiografias pode colocar em risco a vida do bebê. O exame não possui contraindicações e nem oferece efeitos colaterais que afetem a criança. O processo acontece da seguinte forma: através de um computador, o sistema transmite ondas sonoras para o interior da barriga da mãe. Ao captarem o sinal refletido dos variados tipos de ossos e tecidos do corpo, o sistema é capaz de formar uma imagem de vídeo da cavidade vaginal, do útero, da placenta e de outros órgãos do sistema reprodutivo. Portanto, o ultrassom permite diagnosticar possíveis problemas instantaneamente e de forma completa. Outra vantagem do procedimento é que é um exame barato.

Tipos:

Os tipos de exames de ultrassom existentes são:

• Ultrassom Tranvaginal
• Ultrassom Obstétrico
• Ultrassom Pélvico
• Ultrassom Morfológico
• Ultrassom Perfil Biofísico Fetal
• Ultrassom 3D.

Procedimento:

Muitas mães atribuem a importância do exame de ultrassom ao fato de conseguirem definir o sexo do bebê. Entretanto, este não é o objetivo principal do mesmo. O ultrassom tem a função de definir se o feto está bem, se não existe nenhum tipo complicação que possa causar risco à saúde da criança. Esta ansiedade durante a gravidez dos pais em ver o feto deve ser segurada já que, apesar de não se ter nenhum conhecimento específico sobre as razões, sabe-se que a energia transmitida pelo ultrassom pode fazer mal ao bebê se utilizada de forma abusiva. Principalmente durante os primeiros meses de gestação onde o concepto se encontra ainda muito vulnerável à interferências externas. Por isso, é preciso que os pais se conscientizem que o exame de ultrassom deve ser realizado com cautela, quando for solicitado pelo médico.

Em alguns casos, o médico solicita que a gestante seja submetida a um exame de ultrassom Transvaginal durante as três primeiras semanas de gravidez. Isto acontece geralmente quando a mulher sofre um sangramento vaginal. Neste caso, é preciso analisar se ocorreu algum aborto espontâneo ou então, se trata-se de um caso de gravidez ectópica. O procedimento também é realizado para analisar a idade gestacional em que a paciente se encontra e se existe mais de um feto sendo fecundado. É importante salientar que este é um exame feito em não gestantes também. Afinal, neste procedimento também existe a possibilidade de se detectar a presença de um mioma ou cisto de ovário.

De maneira geral, o ideal é que o primeiro exame de ultrassom seja realizado entre a 11ª e a 14ª semana de gestação. Em seguida, é recomendado que um exame mais completo seja feito quando a paciente estiver se aproximando do quinto mês da gestação. Também é indicado fazer um último ultrassom entre o fim do sexto e o início do sétimo mês. Mas quem na realidade determina o número de exames de ultrassom aos quais a mulher deverá ser submetida é o médico.